Miguel de Jesus | Quinta do Casal Monteiro – Visão do Tejo

miguel-de-jesus

Miguel de Jesus | Quinta do Casal Monteiro – Visão do Tejo

A Quinta do Casal Monteiro afirma-se como sendo apaixonada pela arte da vinificação, distinguindo-se pelo especial cuidado, amor e atenção que confere a cada passo do processo. A empresa é cliente da HMW e, neste artigo, Miguel de Jesus, CEO da Quinta do Casal Monteiro, apresenta a sua visão sobre a evolução da Região Vitivinícola do Tejo.

 

Como é que tem sido a evolução da região?

 

A região do Tejo, possuidora de uma vasta tradição e história, é uma das regiões vitivinícola mais antigas de Portugal. Contendo solos com um enorme potencial para produção de vinho, foi outrora uma região mais dedicada à produção de vinho granel, tendo, no entanto, mudado o seu paradigma com o virar do século.

Miguel de Jesus

Foi precisamente nessa altura que, acompanhando uma fase de avanço tecnológico global do sector, uma boa parte dos agentes económicos da região apostaram na renovação de equipamento e aquisição de novas tecnologias, tendo como prioridade a produção de vinhos de qualidade e de excepção. Paralelamente, a adopção de certas castas internacionais previamente introduzidas na região permitiu não só tirar melhor proveito dos seus solos como também contribuiu para a modernização dos seus vinhos, permitindo produzir produtos mais ajustados às exigências dos tempos actuais.

Assim, este espírito de inovação deu capacidade aos produtores da região de conceberem vinhos modernos e competitivos, facilitando a entrada em muitos mercados internacionais. No entanto, a consistência na sua qualidade tem permitido o seu crescimento sustentado.

Não obstante, no global, a imagem da região tem vindo a disseminar-se e a afirmar-se pela qualidade e consistência dos seus produtos. É da minha opinião que o programa em curso de valorização de um dos seus activos mais importantes – a casta Fernão Pires – irá permitir gerar mais um elemento diferenciador que fortalecerá mais a marca Tejo e naturalmente dinamizará ainda mais a região.

 

Miguel de Jesus

Quinta do Casal Monteiro